Record desculpa-se por associar imagem errada a acusado de pedofilia

Record desculpa-se por associar imagem errada a acusado de pedofilia

A edição do domingo passado (2/8) do programa Domingo Espetacular (Record TV) exibiu de forma equivocada a imagem do youtuber Maicon Küster como se ele fosse um homem acusado de pedofilia. Uma reportagem do Jornal da Record, exibida na segunda-feira (3/8), reconheceu o erro da emissora.

O caso em questão trata de um homem, preso no Distrito Federal, acusado de pedofilia. A confusão ocorreu pois o acusado utilizava dois perfis falsos nas redes sociais, e em um deles usou uma foto de Küster com uma peruca loira, algo que o youtuber utiliza ao interpretar um de seus personagens. 

O Jornal da Record declarou que “o programa pede desculpas pelo erro e pela exposição da imagem. Não houve qualquer intenção de expor ou causar transtorno à sua imagem”. Em comunicado à imprensa, a Record escreveu: “Durante uma reportagem exibida ontem, 2/8, no Domingo Espetacular, sobre a prisão de um homem acusado de pedofilia no Distrito Federal, foram utilizados vídeos e fotos de perfis falsos que constam da investigação conduzida pela Polícia Civil local. Infelizmente, houve um equívoco ao apontar a imagem de um dos perfis como sendo a do pedófilo, quando, na verdade, ele usava fotos obtidas na internet. Lamentamos o que aconteceu”.

Vale lembrar que a Polícia Civil de São Paulo abriu um inquérito para investigar a conduta dos jornalistas do Cidade Alerta, também da Record. Em julho, o programa exibiu a imagem de um homem como suspeito de um assassinato. Horas após a exibição de sua imagem na TV, o homem foi morto com sete tiros.



Fonte: Portal dos Jornalistas

Deixe uma resposta