Órgãos do governo Bolsonaro escondem informações públicas

Órgãos do governo Bolsonaro escondem informações públicas

A repórter Marcella Fernandes, do site HuffPost Brasil, fez um levantamento de todos os dados públicos retirados do ar pelos órgãos do governo Bolsonaro, que envolvem temas como segurança, direitos humanos, gastos do presidente e outros setores de saúde, além do número de mortos por coronavírus.

“A Lei de Acesso à Informação (LAI), criada em 2011 com o objetivo de promover transparência nas ações envolvendo o poder público, também tem sido aplicada de maneira deturpada. O Executivo tem ampliado o entendimento sobre quais informações devem ser sigilosas. Por duas vezes, desde o início do governo Bolsonaro, também tentou alterar a legislação por medida provisória”, destaca Marcella na reportagem.

Esta destaca, entre outras, a ocultação do número acumulado de óbitos e de casos confirmados de Covid-19 no Portal da Transparência em 5 de junho. Vale destacar que o site, que também cede informações sobre orçamento público, gastos com cartões corporativos e imóveis funcionais, recursos de emendas parlamentares, programas do governo, além de permitir o acesso a licitações e contratos feitos por órgãos públicos, apresentou instabilidade e chegou até a sair do ar.

Marcella lembra que informações relevantes sobre a questão racial no País também foram ocultadas. Ela destaca a pesquisa Vigitel Brasil 2018 População Negra: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico, que foi tirada do ar.

Leia a reportagem na íntegra.



Fonte: Portal dos Jornalistas

Deixe uma resposta