O coronavírus e os veículos de comunicação − VII

O coronavírus e os veículos de comunicação − VII

Abraji fará lives para valorizar o trabalho dos jornalistas

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) lançou um projeto de lives semanais para valorizar o trabalho dos jornalistas e mostrar a importância do papel desempenhado por eles em momentos cruciais para o País e para o mundo, como é o caso da pandemia do novo coronavírus.

A primeira transmissão ocorreu nessa terça-feira (21/3), no perfil do Instagram da Abraji, com participação Ana Lucia Azevedo, repórter especial de Saúde, Ciência e Meio Ambiente de O Globo, especialista na cobertura de saúde pública e tragédias ambientais. As lives serão conduzidas por Adriana Barsotti, diretora da entidade.

A próxima live será na próxima terça-feira (28/4), e terá a presença de Raull Santiago, produtor de documentários, empreendedor social, ativista dos direitos humanos, fundador e integrante dos coletivos Papo Reto, Movimentos, Perifa Connection e que faz parte da Assembleia de Membros da Anistia Internacional do Brasil.

Nos jornais

O Estadão informa que começou abril com recordes de audiência e interações em suas plataformas digitais. Com diversas ações criadas para comunicar sobre a Covid-19, divididas em suas redes sociais, o jornal multiplicou o número de seguidores em todas as plataformas. Ele está presente com ações em Instagram, Facebook, Twitter e Linkedin. Para acompanhar o conteúdo especial criado para a pandermia do novo coronavírus basta seguir @Estadão.

Nas revistas

Revista Caras
suspende versão impressa

A revista Caras suspendeu sua versão impressa temporariamente, por causa da pandemia do novo coronavírus. Uma fonte ouvida por este J&Cia revelou que, ao fazer reclamação sobre a demora na entrega da revista, recebeu mensagem da assessoria da Caras que confirma a suspensão da versão impressa.

Na mensagem está escrito que “diante da situação que estamos vivendo por causa da pandemia do coronavírus, fomos levados a suspender temporariamente a impressão de nossas revistas. Por isso, a partir da edição 1.378, que seria lançada em março, por pelo menos três semanas, você não receberá seu exemplar como de costume. As bancas também não receberão as edições a partir da mesma data”.

Segundo a nota, as edições serão mantidas em seu formato digital e o conteúdo não será afetado, podendo ser acessado normalmente no site da revista. A mensagem garante ainda que não haverá prejuízo financeiro aos assinantes: “Nós adicionaremos, ao final de sua assinatura, o mesmo número de exemplares impressos que você não receber”.

Nas tevês

Band aberta
experimenta aumento da audiência durante o isolamento

Lana Capena e Eduardo Oinegue

Por Cristina Vaz de Carvalho, editora de J&Cia no Rio de Janeiro

Em tempos de isolamento, prossegue a tendência de aumento da audiência da tevê aberta, mesmo com a liberação dos canais da tevê paga.

A Band em São Paulo, segundo o Kantar Ibope Media, cresceu 6% em média em março deste ano, e tem os melhores resultados desde 2017. Em comparação com 2019 (de janeiro até 8/4), a diferença no mesmo período em 2020 foi de 11%, superando a média do ano anterior no mesmo intervalo.

A audiência do programa Brasil urgente cresceu 5,4%. Jornalismo policial com José Luiz Datena, apresentado nas tardes da Band de segunda a sábado, das 16h às 18h50, segue por mais meia hora, em algumas emissoras, com o Brasil urgente SP. No segmento de esportes, relevante na programação da Band, os programas Jogo abertoOs donos da bola Terceiro tempo aumentaram, em média, quase 3%, apesar da suspensão de todos os torneios e sustentados apenas por comentários, entrevistas à distância e imagens de arquivo.

Todas as praças cresceram no mês de março, mantendo a tendência nos primeiros dias de abril. O destaque vai para Porto Alegre, que teve mais 32% de audiência, e Fortaleza, com 33%. As mais altas audiências, de segunda-feira a domingo, das 7h às 24h, continuam com São Paulo e Belém, que cresceram 6% e 4%, respectivamente, mas sobre uma base já bastante alta. Em comparação com 2019, em São Paulo, capital, o aumento foi de 11%.

Estreia da Band em março, o Primeiro jornal SP, que voltou à grade de programação, apresentado por João Paulo Vergueiro, começa às 3h45 e vai até as 6 horas. Mostrou um crescimento médio da audiência de 46% entre janeiro e março deste ano. No mercado nacional, com empresas próprias e afiliadas, o horário superou os índices anteriores e ficou em terceiro lugar no ranking. As praças com resultados mais expressivos foram Salvador, Belo Horizonte, Curitiba e Rio de Janeiro.

Jornal da Band, com Eduardo Oinegue Lana Canepa, tem crescido desde janeiro e atingiu em março mais 15% no mercado nacional. Bora SP, apresentado por Joel Datena e Laura Ferreira, cresceu 19% quando comparado a janeiro. Aqui na Band, com Sílvia Poppovic Ernesto Lacombe, cresceu 25% na média mensal em São Paulo, comparado a janeiro, e teve mais 7% na nacional. Band notícias, com Rafael Colombo e Cynthia Martins, cresceu em São Paulo 40% na média anual. E o Jornal da noite, com Sérgio Gabriel, superou os índices do ano em 13% no mercado nacional.

Ainda por lá, a empresa anunciou um corte nos vencimentos de todos os empregados que prestam serviços como pessoa jurídica, que incluem apresentadores de programas, telejornais, repórteres e boa parte dos profissionais do departamento de esportes. Membros da alta direção também serão atingidos. A informação é de Flavio Ricco (UOL)

Segundo o colunista, os cortes – que giram em torno de 25% − são justificados pela atual crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. A emissora declarou ao UOL que “está negociando todos os contratos acima de 10 mil reais, mas apenas para PJs, nos meses de abril, maio e junho”. A Band também informou que, por enquanto, não há alteração para os celetistas.

Silvio Santos
afasta Carlos Nascimento do SBT Brasil por prevenção contra o coronavírus

Carlos Nascimento

O âncora Carlos Nascimento foi afastado do telejornal SBT Brasil em 16/4 por tempo indeterminado, como medida de segurança e prevenção contra o coronavírus. Dois dias antes, Marcelo Torres, substituto imediato dele, foi diagnosticado com a doença. A informação é de Leo Dias (UOL).

Nascimento faz parte do grupo de risco da doença, pois tem 65 anos e há alguns anos teve câncer de intestino. Segundo a nota do UOL, o afastamento foi uma ordem direta de Silvio Santos, dono da emissora, que pediu também limpeza constante nos cenários de quadros e telejornais.

Ao UOL, o SBT confirmou o afastamento, declarando que “foi uma ordem mesmo por prevenção. Todos os que tiveram contato com o Marcelo Torres fizeram teste do coronavírus e o resultado deve sair na próxima terça”.

A edição de quinta-feira (16/4) do SBT Brasil teve apresentação de Darlisson Dutra – que será o substituto de Nascimento até que Marcelo Torres se recupere – e de Raquel Sheherazade.

Sindicato denuncia Record por falta de proteção
aos jornalistas durante a pandemia

Diante da falta de informações da Record TV sobre medidas efetivas de combate ao coronavírus, o Sindicato dos Jornalistas de SP denunciou a empresa ao Ministério Público do Trabalho. O objetivo, segundo a entidade, é dar início a um procedimento investigatório para apurar a conduta e a responsabilidade da empresa na proteção de seus profissionais da contaminação pelo coronavírus.

Um mês após o Sindicato solicitar a adoção de uma série de protocolos em defesa da saúde dos jornalistas durante a pandemia de coronavírus, a entidade segue sem informações oficiais da emissora. As denúncias recebidas são de que a Record nem mesmo afastou imediatamente para quarentena os jornalistas da emissora que tenham tido contato próximo e recente com pessoa testada como positiva para Covid-19.

A emissora registra, segundo denúncia ao Sindicato, ao menos seis casos de contaminação de seus profissionais, e as pessoas que convivem estreitamente com elas seguiram trabalhando mesmo após a empresa ter sido comunicada sobre os fatos.

Rodrigo Viana deixa a emissora

Após 13 anos de casa, o repórter especial Rodrigo Vianna foi demitido da Record TV na última sexta-feira (17/4). A justificativa da empresa para a decisão seria o alto salário do jornalista, mas segundo o colunista Maurício Stycer, do UOL, a demissão estaria relacionada a um questionamento que ele fez em março, em um grupo de WhatsApp de profissionais da emissora, sobre como a Record estava lidando com o isolamento de funcionários que trabalhavam próximos a um cinegrafista infectado com a Covid-19.

E mais…

Roberto Fernandes (Crédito: Zeca Soares)

Roberto Fernandes, comentarista da TV Mirante, afiliada da Rede Globo no Maranhão, morreu na noite de 21/4 por complicações causadas pelo coronavírus. Ele tinha 61 anos e era natural de Vitória de Santo Antão, em Pernambuco. Deixa mulher, dois filhos e um neto. Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão, teve passagens por Rádio São Luís AM, TV Brasil e Rádio Educadora AM. Há 20 anos comandava o programa Ponto Final, na Rádio Mirante AM, e era apresentador do quadro de política do Bom Dia Mirante.

A CNN Brasil lança na próxima segunda-feira (27/4) o podcast O que eu faço?, apresentado por Fernando Nakagawa e Luciana Barreto, para falar sobre investimentos e instabilidade financeira e do mercado por causa do coronavírus. Serão dois episódios por semana.

A TV Cultura realiza na próxima quarta-feira (29/4), às 15h, em parceria com a Aberje, um encontro virtual entre profissionais das redes pública e privada e jornalistas para discutir como está sendo feita a Comunicação Pública em tempos de coronavírus. Já estão confirmados entre os debatedores Leão Serva, diretor de Jornalismo da TV Cultura; Hamilton dos Santos, diretor da Aberje; Marcus Vinícius Sinval, secretário de Comunicação da Prefeitura de São Paulo; e Vinicius Mariano de Carvalho, professor de Estudos Brasileiros no Brazil Institute da King’s College London. O debate terá interação do público, que pode se inscrever gratuitamente pelo site da Aberje.

Na comunicação
corporativa

A MSL Andreoli lançou esta semana o programa MSL Andreoli Home to Office. Montado em parceria com Dirceu Barbano (ex-presidente da Anvisa), consultor em saúde da agência, tem como objetivo orientar as empresas, clientes, mercado em geral sobre práticas de retorno para quando a quarentena acabar. Na prática, é um programa que oferece aos clientes palestras, conteúdos, books, vídeos, tudo sobre como as empresas devem se preparar para o retorno ao convívio social, pois sabe-se que no pós-coronavírus as interações sociais já não serão mais as mesmas. O programa aborda de vestimentas e higiene até hábitos comportamentais, inclusive com o apoio de psicóloga.

A Weber Shandwick, a partir de seus escritórios em Nova York, Nairóbi, Londres, Dallas, Montreal e Toronto, trabalhou dia e noite na divulgação do festival One World: Stay at Home, organizado pela Global Citizen, em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Grandes astros da cena pop mundial estiverem juntos no último sábado (18/4) na mais impressionante coleção de artistas já reunida em plataforma digital. Além de Lady Gaga, que fez a curadoria do evento, Paul McCartney, Elton John, Rolling Stones, Steve Wonder, Celine Dion, Andrea Bocelli e dezenas de outras celebridades estavam ali para homenagear, agradecer e apoiar os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à pandemia do Covid-19. Além de gerar mídia espontânea para o evento, a agência foi responsável por atender a todas as solicitações da imprensa no mundo, liderar as eventuais crises e dar aconselhamento sobre como poderia ser o evento ao vivo. A íntegra do festival pode ser acessada aqui. O Spotify tem a playlist One World: Stay at Home

A agência segue promovendo uma série de ações relacionadas à pandemia. Aqui no Brasil, um comitê exclusivo divulga dados semanais sobre a repercussão do tema nas redes sociais. Ele cuida de todas as questões relacionadas ao tema e atende pelo [email protected]

Internacionais

O Google decidiu isentar o pagamento das faturas da plataforma de publicidade Google Ad Manager para empresas jornalísticas, globalmente, por um período de até cinco meses. A empresa está notificando os parceiros que atendem aos requisitos a respeito dos detalhes do programa, e o que eles podem esperar ver nos próximos extratos da conta.

Uma rede de checadores na América Latina decidiu fazer um projeto para verificar informação, reunir e atualizar checagens em espanhol sobre o coronavírus, além de produzir uma base informativa sobre as medidas tomadas por governos da região. O Latam Chequea Coronavirus, que atualmente reúne 28 organizações de fact-checking de 16 países latino-americanos e da Espanha, tem como objetivo ajudar jornalistas e checadores na cobertura do coronavírus, para que eles possam encontrar informação confiável de forma mais rápida e simples. A iniciativa é coordenada pela organização argentina Chequeado.

Mark Zuckemberg, CEO do Facebook, anunciou que mostrará notícias verdadeiras para aqueles usuários que curtirem conteúdos falsos existentes na plataforma, especialmente sobre a Covid-19. O objetivo é reduzir o número de fake news na rede social. Uma atualização permitirá que seja implementada uma série de novas ferramentas a fim de conter a propagação de notícias não-verdadeiras. Quando alguém reagir ou comentar em alguma publicação inverossímil, por exemplo, aparecerá um box conduzindo o usuário para o site da Organização Mundial da Saúde (OMS). Então, para cada movimentação de fake news, o Facebook direcionará o usuário a uma fonte confiável.

Outras

Repórter
entrevista o vírus em novo cordel de Assis Ângelo

Assis Ângelo, colaborador deste J&Cia, segue na vertente de produzir literatura de cordel tendo como base a pandemia do novo coronavírus, a exemplo do que fez em março. Há alguns dias, publicou no site do seu Instituto Memória Brasil o cordel Repórter entrevista piolho do cramunhão. Na introdução, diz que o localizou nas profundezas do inferno e que ele aceitou dar a entrevista depois de uma rápida negociação: “Mas fez ressalvas: não falaria sobre sua vida pessoal. E não falou. Demostrou não fazer discriminarão na escolha de suas vítimas. Opinou sobre Bolsonaro e seu ministro Mandetta. Babou muito o Cramunhão. Repetiu várias vezes dizendo que sua missão é matar. E que jamais será esquecido”. Confira! A ilustração é de Fausto Bergocce.

E mais…

Lucas Moretti, customer success manager da Chartbeat, plataforma de análise de dados em tempo real para sites de notícias, apresenta na próxima terça-feira (28/4) a mais recente análise sobre como a crise do coronavírus está impactando os sites de notícias e o comportamento dos leitores no Brasil e no mundo.

Os resultados estão baseados em uma análise de 96,7 bilhões de pageviews em 28 milhões de artigos publicados até agora este ano, incluindo 2,3 milhões sobre o Covid-19. “Já começamos a notar uma fadiga dos leitores em todo o Brasil com o tema do coronavírus”, afirma Moretti. “Esse é o momento de os veículos repensarem as estratégias de conteúdo e de engajamento de seus leitores. Os sites ainda estão recebendo uma audiência altíssima em suas páginas e, embora seja um momento de crise em todo o mundo, essa é uma oportunidade única para engajar os leitores e traçar estratégias para que eles continuem retornando ao seu site, mesmo após a pandemia”, completa.

O webinar gratuito começa às 11 horas. Para participar, acesse aqui.

Em Carta Aberta publicada em 15/4, a Aberje, por suas presidência, diretoria e conselho deliberativo, parabenizou o Grupo Globo e a equipe do Jornal Nacional pela criação do quadro Solidariedade S/A, em que registra, de forma explícita, as ações e as organizações responsáveis por elas. Diz a carta, em um de seus trechos: “Em meio a tantas incertezas e turbulências em cenários que envolvem saúde e economia, a comunicação tem sido uma das principais armas para disseminar boas práticas e chamar à responsabilidade outros gestores e empresas. Para nós, da Aberje, esta nova iniciativa dá a dimensão do quanto a Rede Globo também está preocupada e engajada na solução da crise”.

Eduardo Reina fez um vídeo com dezenas de profissionais em home office para mostrar a todos os brasileiros que o jornalismo é necessário para a saúde e para a democracia. Confira!
#JornalistasBrasileiros #MáximoRespeito #FiqueEmCasa

O Congresso em Foco desenvolveu uma ferramenta com dados da pandemia em tempo real. Por ela, é possível encontrar rapidamente os números de casos confirmados, as mortes, a letalidade do novo coronavírus em cada um dos 5.570 municípios do País, os números mais recentes de infectados e de óbitos em todo o mundo, a quantidade disponível de leitos e de outros equipamentos e materiais disponíveis em cada estado para o tratamento da Covid-19, assim como o link para as últimas notícias sobre a pandemia. O conteúdo é alimentado a partir de informações publicadas pela plataforma Brasil.io.

O médico belga Paul Stoffels, vice-presidente do Comitê Executivo e Chief Scientific Officer da Johnson & Johnson, afirma que, entre janeiro e fevereiro de 2021, as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 devem estar disponíveis em caráter de urgência. Essa foi uma das declarações que o cientista da J&J que lidera a busca pela vacina deu a um veículo da América Latina desde que iniciou as pesquisas. Confira a entrevista no NeoFeed.

A agência de fact checking Lupa vem com a segunda temporada do Verifica, podcast para discutir desinformação e desmentir boatos. Nesta série, os conteúdos serão exclusivamente sobre a pandemia de Covid-19 e o vírus Sars-Cov-2. Os episódios, ancorados pelos diretores da agência Gilberto Scofield Jr. e Natália Leal, são divulgados às quintas-feiras, nas plataformas de streaming de áudio e nas redes sociais da Lupa.

O Verifica também tira dúvidas sobre a pandemia: toda semana, a repórter Nathalia Afonso conversa com um especialista sobre as questões mais procuradas. Quem tiver perguntas, pode encaminhá-las pelo formulário de sugestões no site, ou pelo Instagram. A cada semana, a agência abre uma caixa de perguntas nos stories para ouvir as dúvidas dos leitores e ouvintes.



Fonte: Portal dos Jornalistas

Deixe uma resposta