Lives abordam o trabalho de Luiz Gama na imprensa no século XIX

Lives abordam o trabalho de Luiz Gama na imprensa no século XIX

A Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial de São Paulo (Cojira-SP), órgão vinculado ao Sindicato dos Jornalistas de SP) está promovendo uma série de quatro lives para abordar diversos aspectos relacionados à atividade de Luiz Gama na imprensa do século XIX. A ação celebra os 190 anos de seu nascimento, comemorado no próximo dia 21 de junho.

Advogado e jornalista, Gama foi o principal líder abolicionista negro no Brasil. Em 1964 fundou o primeiro jornal ilustrado de São Paulo, o Diabo Coxo, ao lado do caricaturista italiano Ângelo Agostini, e teve uma longa trajetória em outros veículos da época. Como articulista, contribuiu em questões fundamentais, como a representação da população negra na mídia e a defesa de princípios como a liberdade de imprensa.

A live de estreia aconteceu na última quinta-feira (11/6), e as demais estão programadas para os seguintes dias:

18/6 (18h)

Live 2 – Luiz Gama: uma luz sobre o blecaute histórico

Apresentação: Beatriz Sanz (jornalista, bolsista na fundação Cosecha Roja (Argentina), co-criadora do Banco de Talentos Negros e integrante da Cojira-SP)

Convidado: Oswaldo Faustino (jornalista, escritor, ator e co-fundador da Cojira-SP. Autor dos livros “A Legião Negra” e “ A luz de Luiz”, entre outros)

21/6 (16h)

Live 3: As lições de resistência do jornalista Luiz Gama

Apresentação: Cláudia Alexandre (jornalista, doutoranda em Ciência da Religião na PUC-SP, apresentadora do Programa Papo de Bamba e integrante da Cojira-SP)

Convidada: Ligia Ferreira (Profa. Dra. do Departamento de Letras na UNIFESP. Autora e organizadora dos livros “Primeiras Trovas Burlescas e outros poemas”, “Com a Palavra, Luiz Gama” e “Lições de Resistência: artigos de Luiz Gama na imprensa de São Paulo e do Rio de Janeiro”)

25/6 (18h)

Live 4 – Luiz Gama: a voz negra na imprensa

Apresentação: Guilherme Soares Dias (jornalista, empreendedor, apresentador do Guia Negro Entrevista, integrante da Cojira-SP)

Convidada: Cinthia Gomes (jornalista, mestranda em Ciências da Comunicação na USP, integrante da Cojira-SP e da Marcha das Mulheres Negras de São Paulo)



Fonte: Portal dos Jornalistas

Deixe uma resposta