Intercept Brasil denuncia que Abin pediu dados pessoais de CNHs

Intercept Brasil denuncia que Abin pediu dados pessoais de CNHs

The Intercept Brasil publicou no sábado passado (6/6) uma reportagem que denuncia a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) por pedir acesso aos dados pessoais contidos em mais de 76 milhões de carteiras nacionais de habilitação (CNHs) por todo o País.

O site teve acesso a documentos de pessoas envolvidas na negociação que mostram ter a Abin pedido ao Serpro, empresa pública de processamento de dados, informações como nomes, filiação, endereços, telefones, dados dos veículos e fotos presentes nas CNHs.

Segundo o Intercept, o estatuto da Abin informa que a agência existe para municiar o presidente da República com “informações nos assuntos de interesse nacional − ou seja, não cabe à Abin o acesso aos dados das CNHs. A reportagem ouviu dois ex-ministros, de correntes políticas distintas, que classificaram o pedido como “coisa de regime autoritário”. Em nota, a Abin justificou a ação, declarando que “a obtenção, a integração e o compartilhamento de bases de dados são essenciais para o funcionamento da atividade de inteligência”.

Leia a reportagem do Intercept na íntegra.



Fonte: Portal dos Jornalistas

Deixe uma resposta